O que é AngularJS?

AngularJS é uma estrutura JavaScript que pode ser adicionada a uma página HTML com a tag <script> mantida pelo Google. Ele é usado para construir sites poderosos e interativos com animações simples para oferecer experiências de usuário agradáveis. Houve melhorias significativas e mudanças entre as versões 1.0 e 1.3. A versão 2.0 está sendo trabalhada atualmente. Hoje pode se comparar AngularJS com Ember, Polymer, Backbone.Js e outros entretanto, a popularidade de AngularJS aumentou significativamente nos últimos dois anos, assim como sua demanda para colaboradores.

O gráfico abaixo é um indicador do fato de o AngularJS ter visto um crescimento singular (Fonte: Indeed Job Trends)

angularjs-resellerclub-brasil

Então, por que escolher AngularJS?

Embora existam novos quadros implementados todos os dias, AngularJS parece não perder sua popularidade para frameworks concorrentes. Os desenvolvedores estão aderindo a isto porque:

  • Torna tarefas como agrupamento, modelagem, roteamento, teste de unidade de forma muito mais simples;
  • Elimina esforços feitos para construir aplicações lentas e difíceis de manter;
  • Não há necessidade de usar funções observáveis, já que o Angular analisa a página DOM e constrói as ligações com base nos atributos do elemento específico Angular.
  • Angular permite várias maneiras de fazer as mesmas coisas, acomodando vários estilos de desenvolvimento e tarefas;
  • Compatível com IntelliJ IDEA e Visual Studio .NET IDEs;
  • Apoiado pelo Google e uma grande comunidade de desenvolvimento.
  • Suporta vários idiomas

Muitos desenvolvedores hoje usam AngularJS, mas a questão que está em nossas mentes é, qual é o futuro deste código com a tecnologia em rápida mudança? Vamos dar uma olhada em como este quadro resiste aos avanços da tecnologia e do futuro:

Melhor gerenciamento e suporte de comunicação HTTP

AngularJS começou com suporte a solicitação de XHR puro (através de $http e $resource).

O que podemos esperar desta nova versão:

  • Suporte para comunicação Http (usando ngHttp); Armazenamento Local; Armazenamento de Sessão; e Acesso a IndexedDB & API WebSocket;
  • Permita a criação de aplicativos off-line, que poderiam verificar status de conectividade, dados de cache offline e muito mais;
  • Melhor gerenciamento de acesso off-line, consulta de rede, roteamento, busca de páginas e assim por diante.

AngularJS 2.0 em ECMAScript 6

Todo o código AngularJS 2.0 será escrito no ES6, mas será compilado no padrão ES5 usando o compilador Traceur. AngularJS também está adicionando suporte para anotações e afirmações no compilador Traceur, para que o aplicativo que você escreve pode ser ainda mais declarativo mesmo que seja um aplicativo AngularJs, apenas adicionando anotações em vez de qualquer outra sintaxe.

Manter-se com velocidade

O principal demanda do século 21… fast food, velocidade de carga rápida e Internet rápida. AngularJS pode manter-se? A versão 2.0 está focada na velocidade. Object.observer é uma proposta para adicionar suporte nativo para os ouvintes de modificação de modelo e vinculação de dados. O AngularJS 2.0 usará totalmente isso para acelerar significativamente todo o ciclo de ligação e atualização de dados. Embora o Object.observe seja suportado apenas pelo Google Chrome, atualmente, pessoas do AngularJS estão trabalhando para melhorar a verificação de objetos e matrizes sem a necessidade de suporte Observe.object no navegador.

Roteamento flexível

O roteamento era um núcleo de AngularJS 1.0, mas tornou-se opcional na nova versão. Com a versão 2.0, o objetivo é trazer alguns recursos como estados aninhados, pontos de vista parecidos no roteador AngularJS núcleo.

  • Transições baseadas no estado: UI-Router permitia isso, mas não fazia parte do módulo de roteamento principal do AngularJS.
  • Segurança e Autenticação: Resolve em AngularJS tornou isso possível, mas Angular JS 2.0 visa introduzir uma maneira fácil de entender autenticação e autorização. Por exemplo, um usuário precisa estar logado, somente aqueles com direitos de administrador podem acessar determinadas páginas, somente os membros de um determinado grupo podem navegar até a seção de administração etc.
  • Preserve o estado durante as transições permitindo que as transições de estado sejam mais rápidas e ótimas sem apagar rotas antigas e a necessidade de recreação.

Onde você pode aprender?

Como você pode ter notado, AnuglarJS definitivamente veio para ficar, mas e você: Está Preparado? Aqui estão alguns ótimos tutoriais e material para ajudá-lo a se familiarizar com o quadro:

  • Tutoriais em vídeo: Uma grande fonte de aprendizagem com mais de 190 vídeos sobre AngularJS, e o melhor é grátis. Os vídeos variam de 2-10 minutos.
  • Você também pode aprender com w3schools.
  • Year Of Moo apresenta apenas o básico de JS angular.
  • Codeacademy ensina o básico angular, controladores, diretivas, etc. Algo diferente que você pode encontrar aqui é as tarefas adicionais. O site mostra a você alguns desafios dentro do editor.
  • Aprenda com Turtorialspoint: Muitos exemplos e demonstrações em vídeo.
  • O Thinkster divide temas angulares em 12 partes com material de leitura de outros sites e com documentos oficiais do Angular.
  • Madewithangular tem alguns exemplos de projetos construídos com AngularJS para mostrar o quão poderoso é o framework.

A nova versão do AngularJS capacitará os desenvolvedores a criar sites que sejam à prova de futuro e tecnologicamente avançados. Avaliando a estrutura acima, é claro que AngularJS é um framework JavaScript que chegou para ficar. E você já usou AngularJS? Deixe sua opinião abaixo e ajude-nos a falar mais sobre este assunto?

Claudio Alves Jr

Claudio Alves Jr

Claudio is a new business development consultant and marketing analyst. He loves reading, movies and football as a hobby.